Frades franciscanos adotaram um cachorrinho que foi ali abandonado por uma família.

O cão virou de imediato o mascote dos Monges, e passou a ser chamado de “Frei Bigodes”.

O peludinho também ganhou uma roupinha igual dos monges para usar em dias especiais.

Citando uma das frases que mais parece uma oração de São Francisco, um dos Monges resumiu o porque acolheram o Frei Bigodes:

“Se existem homens que excluem a qualquer das criaturas de Deus do abrigo da compaixão e da misericórdia, haverá homens que tratam seus irmãos da mesma maneira”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!