A Fundação Leo Messi, do craque do Barcelona, apoiou muitos planos de caridade e ajuda tanto na América Latina quanro na África.

É nesses momentos que diferenciamos os verdadeiros craques dentro e fora de campo. Messi sempre esteve vinculado a projetos sociais e investe boa parte da sua carreira pra isso, não excluindo o lado esportivo e da sua figura pública.

Tais atitudes humanitárias são inspiradoras!

Lionel Messi contribui com frequência desde que “explodiu” dentro de campo ainda jovem no clube catalão. E essas doações constantes, com vontade de fazer a diferença no mundo, merecem ser respeitadas e reconhecidas. Porque não se trata só de futebol. Nunca foi só sobre isso.

Através da sua Fundação Lio Messi, o jogador já ajudou crianças com deficiência na Inglaterra, além dos seus vários trabalhos de caridade em países latino-americanos e países do continente africano.

Agora a ajuda do craque foi a Moçambique, um dos países mais pobres da África, onde a Fundação Lio Messi realiza uma das suas mais importantes.


A sua Fundação provê o café da manhã para cerca de 15.000 crianças, todos os dias. Algo escasso naquele país, onde várias crianças vão para as escolas sem ter algo no estômago. O projeto é denominado “Pequenos-Almoços em Moçambique“.

Segundo o site moçambicano Olho Clínico MZ:”A iniciativa é levada a cabo em 40 escolas primárias de Mangundze, uma localidade pertencente ao Posto Administrativo de Nguzene no distrito de Chongoene, província de Gaza.”

Conforme avança a Fundação Leo Messi, o propósito do projecto é de “reduzir a desnutrição crónica e melhorar a qualidade de vida dos alunos, bem como o desempenho escolar por meio da abertura de refeitórios, sendo o pequeno-almoço um alimento de vital importância para esta população”.

Mais uma grande atitude do Lionel Messi. Não é por acaso que ele continua sendo um dos melhores do mundo e exemplo para muitas crianças.

Segundo a Fundação, a iniciativa tem dado certo:
“Está sendo um sucesso, pois as meninas e os meninos ganharam peso graças aos pequenos-almoços supervisionados pelo padre Juan Gabriel. Além disso, tem servido como uma tarefa social e educacional, pois graças ao trabalho em conjunto com os Centros de Saúde locais, professores e famílias em Mangundze, o desempenho escolar também melhorou. Tanto é que não houve evasão escolar, nem atrasos às aulas”.

Assista ao vídeo:

Com informações Olhar Clínico MZ
Fotos: @lionelmessi__official__

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!