Do site Aleteia
Um menino de 5 anos interrompeu a homilia e pediu orações pelo padrinho intubado com covid-19: o fato que vem emocionando internautas aconteceu na capela de São Francisco, em Patrocínio, MG, durante a Santa Missa da Ascensão do Senhor, celebrada no último dia 16 de maio pelo pe. Artur Oliveira, com transmissão ao vivo pela internet.

O pe. Artur deixou o vídeo disponível em suas redes sociais porque, conforme declarou à agência católica ACI Digital, espera “provocar as pessoas”:

“Devemos ser como esta criança, que pediu de modo simples, com coragem, com fé. Foi uma mensagem de Deus de que a fé nos move”.

De fato, ele acrescenta que várias pessoas que viram o vídeo se disseram tocadas:

“Inclusive os jovens. E algumas disseram: ‘como minha fé é pequena diante da grandeza da fé deste menino’!”

Menino de 5 anos interrompe homilia e pede orações pelo padrinho intubado
O pequeno João Miguel interrompeu o sacerdote “com toda liberdade”, segundo o testemunho do próprio pe. Artur, para pedir diretamente:

“Padre, reza pelo meu padrinho? Ele está intubado”.

Via rede social, o sacerdote comentou o episódio:

“Como não atender este pedido? Confesso que, interiormente, questionei a Deus: Senhor, esta criança me pegou de surpresa. O que eu faço agora? Larguei o que estava falando e sentei ali na escada do altar mesmo. Imaginei Jesus atendendo o pedido dele. E eu sei que Ele vai atender! Quem estava ali na igreja aprendeu o que é ter fé”.

Pouco antes do pedido de João Miguel, o padre estava falando, na homilia, sobre a ascensão de Jesus e o fato de que, mesmo subindo ao céu, Ele permanece conosco:

“Mesmo que eu não O sinta em todos os momentos, Ele está comigo. Mesmo que eu não O veja em todos os momentos, Ele está comigo”.

Após rezar com o menino, o sacerdote completou a homilia:

“Quer um sinal mais bonito do que esse? Jesus está no meio de nós, o tempo todo”.

Créditos da capa: Captura de Tela Artur Oliveira | Facebook

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!