Olinda Bunturi Bolsonaro, mãe do presidente Bolsonaro (sem partido), de 93 anos, recebeu a segunda dose da CoronaVac, vacina contra a Covid-19, nesta segunda-feira (8) em sua própria residência em Eldorado, no interior de São Paulo.

A matriarca recebeu a primeira dose da vacina CoronaVac no dia 12 de fevereiro, conforme atesta o seu cartão de vacinação.

Cartão de vacinação de Olinda Bunturi Bolsonaro — Foto: Dione Aguiar/G1

Após a primeira dose, tendo vazado na imprensa que a mãe do Presidente teria sido imunizada com a CoronaVac, ele desmentiu a informação, dizendo que a mãe teria tomado a vacina de Oxford, alegando que a informação contida no cartão (que assinalava a aplicação da CoronaVac) era falsa.

Contudo, o Programa Estadual de Imunizações recomenda que o intervalo entre a 1ª e a 2ª dose seja de 28 dias (4 semanas) no caso da Coronavac. Já da vacina Oxford/AstraZeneca o intervalo é de 90 dias entre a 1ª e 2ª dose. Hoje, 24 dias após, ela recebeu a segunda dose do imunizante, o que comprova de forma inequívoca que ela foi imunizada com a vacina do Butantan.

Capa: Divulgação/Prefeitura de Eldorado

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!