Recentemente o mundo do entretenimento e dos desenhos animados da Disney foi abalado pelas notícias da morte de Ann Sullivan por causa do coronavírus.

Essa lastimável notícia foi confirmada pela Film and Television Fund, também conhecido como Motion Pictures e Television Found (MPTF ), localizado em Woodland Hills, no distrito de Los Angeles, Califórnia.

Segundo noticiado na segunda-feira 20 de abril, Ann Sullivan se tornou a terceira pessoa a morrer nas instalações do MPTF. E, como os outros dois residentes, sua causa de morte se deve a várias complicações de saúde derivadas da infecção pelo coronavírus.

Conforme noticiado pela revista People, a morte se deu na última terça, 14, na enfermaria do Motion Picture and Television Fund, em Woodland Hills, na Califórnia.

Ann Sullivan

“Existem dias bons e ruins. Esse foi um dos ruins”, declarou o CEO do grupo, Bob Beitcher, em entrevista ao Deadline.

O seu primeiro trabalho na Disney se deu ainda na década de 1950. Mais tarde, ele decidiu retornar ao mundo da Disney, onde alcançou seu maior sucesso artístico, dando vida ao filme A Pequena Sereia (1989), O Rei Leão (1994), Pocahontas (1995), Hércules (1997), Tarzan (1999) e Las locuras del imperador (2000). Embora ela também tenha trabalhado em Oliver e sua turma (1988), Rover Dangerfield (1991), Fantasia (2000), Lilo e Stich e The Treasure Planet (2002), entre outros projetos nos quais é creditada por seus desenhos.

No início dos anos 2000, Sullivan anunciou que aposentadoria para desfrutar de uma vida mais calma e pacífica na companhia de sua família e entes queridos.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!