Hermann Hesse, escritor alemão nascido em 1877, foi um grande estudioso da alma dos homens. Com fortes influência budistas e norteado pelos estudos de Jung, ele discorreu, como poucos, sobre autoconhecimento e o sofrimento que esse desbravar de si mesmo é capaz de causar-nos. Abaixo, um trecho de uma de suas reflexões sobre a recuperação da alma.

A Recuperação da Alma
Quando a uma árvore são cortados os ramos da copa, vão-lhe nascendo mais perto da raiz novos rebentos. Do mesmo modo, também as almas que ao despontar adoecem e quase fenecem regressam frequentemente à primavera dos sentimentos, à apreensiva infãncia onde tudo começa, como se aí pudessem encontrar novas esperanças e reatar o fio condutor da vida que antes fora quebrado.

Os rebentos que brotaram perto das raízes anseiam por uma rápida ascensão, mas tudo não passa de uma ilusão, pois nunca a partir deles se voltará a desenvolver uma verdadeira árvore.”

Hermann Hesse, in “Hans”

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!