São quase 300 homens na busca por Lázaro Barbosa, 32 anos, acusado de assassinar uma família em Ceilândia (DF) e ter fugido para o interior do estado de Goiás.

Isso ocorreu há 11 dias e até o momento ele não foi capturado. Ele caminha pelo cerrado e se esconde em depressões, valas, fazendo dos riachos o seu caminho noturno, ficando às escondidas durante o dia.

Habilidoso “mateiro”, conhecedor do cerrado daquela região entre Brasília e Goiás, o “serial Killer”, que é como tem sido chamado na imprensa, tem invadido chácaras e casas para roubar alimentos e munições para se abastecer. Segundo informações obtidas pela Record TV, essa estratégia leva a confrontos quando a polícia o encontra.

Em mais um dia de buscas, uma força-tarefa da polícia formada por policiais militares, civis do Distrito Federal, agentes da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Federal e até a cavalaria estão circulando em pontos estratégicos de regiões de matas, grutas e canaviais.

No início da manhã deste sábado, a polícia informou que Lázaro teria sido avistado por um helicóptero em uma gruta de Águas Lindas de Goiás, uma região do cerrado de Goiás.

O secretário de segurança de Goiás, Rodney Miranda, diz que o cerco a Lázaro está se fechando. Na sexta-feira, não houve trocas de tiros entre o suspeito e a polícia. Vestígios de Lázaro foram encontrados nas regiões de mata.

Em entrevista, Miranda criticou notícias falsas em torno da operação e disse que elas atrapalham o avanço das investigações. O secretário disse também que não havia necessidade da atuação da Força Nacional. O trabalho de inteligência foi intensificado.

O responsável pelo inquérito que investiga a chacina no Incra 9 e outros crimes praticados pelo suspeito, Raphael Seixas, afirma que Lázaro Barbosa de Sousa é um homem forte que tem habilidades para sobreviver no mato. O policial participou dos dois primeiros dias de buscas em Goiás.

Em entrevista ao Correio Brasiliense, o delegado afirmou acreditar que Lázaro não vai se render:

“Ele tem habilidades e é destemido. A impressão que eu tenho é de que ele desafia a polícia. Obviamente que ele está cercado, mas ele tem esse perfil de enfrentamento. Ele não vai se render. Só vai se entregar caso seja baleado. Mas, fisicamente perfeito, acredito que ele não se entregue”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!