Gabriel Coelho, jovem de 20 anos que ganhou os noticiários por tatuar à força o próprio nome no rosto da ex-namorada, descumpriu duas medidas protetivas que o impediam de chegar perto dela. Ele, que não aceitava o fim da relação, foi preso por descumprir a determinação e também por lesão corporal.

Ao falar pela primeira vez sobre o caso, ao g1, Tayane Caldas, de 18 anos, disse que foi sequestrada e mantida em cárcere privado no fim de semana, quando teve o rosto tatuado com o nome do ex.

“Para mim, ele me matou por dentro, acabou comigo com uma forma de me marcar e dizer que eu sou propriedade dele”, disse Tayane.

Em mensagens, mãe que encontrou filha com nome do ex tatuado no rosto pede que ele aceite o fim do namoro — Foto: Arquivo pessoal

Nas redes sociais de Gabriel Coelho, ele exibe postagens sobre os trabalhos que faz como tatuador e como barbeiro. A mãe de Tayane, Deborah Velloso, chegou a pedir que ele aceitasse o fim do relacionamento, mas ele se recusou e enviou um áudio, dizendo que o pedido não adiantaria de nada (Veja no print logo acima).

Gabriel Coelho tatuou nome no rosto da ex-namorada — Foto: Reprodução/ Instagram

De acordo com a mãe da jovem, a filha tinha duas medidas protetivas contra Gabriel, uma de 2021 e outra de abril de 2022. Medidas protetivas são ordens judiciais concedidas com a finalidade de proteger um indivíduo que esteja em situação de risco, perigo ou vulnerabilidade, independentemente de classe, raça, etnia, orientação sexual, renda, cultura, nível educacional, idade ou religião.

No caso da concessão de medida protetiva no âmbito da violência doméstica, o prazo da medida protetiva é indefinido e fica valendo enquanto a mulher estiver em situação de risco, nos termos da Lei Maria da Penha.

Quando foi ouvido na delegacia, o jovem agressor mostrou ao delegado um vídeo em que Tayane dizia permitir a tatuagem e com isso alegou o consentimento da jovem. Contudo, tudo leva a crer que a esse vídeo foi feito sob coação, como alega a vítima.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!