A jornalista irlandesa Aideen Kennedy faleceu aos 43 anos de idade em decorrência de uma doença terminal. A notícia foi confirmada nesse sábado (18/6), logo após a jornalista publicar uma mensagem de despedida em suas redes sociais.

“Então a vida não correu bem e estou tão doente quanto estava quando fui para o hospital, essencialmente indo para casa para morrer, mas recebendo cuidados paliativos”, desabafou ela, em postagem no Twitter na sexta-feira (17/6).

“As crianças sabem. Se você se deparar com elas, você vai ficar de olho nelas, elas são as crianças mais gentis, doces e atenciosas”, completou ela, citando os filhos pequenos, Jacob e Eva.

A morte da jornalista ocorreu no dia seguinte ao post, e amigos, familiares e a imprensa internacional noticiaram a morte de Aideen. No último dia 13, a jornalista postou que estava no hospital há quase 20 dias com sangramento no estômago. A causa exata da morte não foi revelada.

“Absolutamente devastada. Minha linda, engraçada e gentil amiga Aideen morreu. Vou sentir muita falta dela. Nos conhecemos há 22 anos quando dividimos um quarto para o verão em DC (Washington, EUA) e nos tornamos grandes amigas. Adeus, linda garota”, falou Emma Little-Pengelly, amiga da jornalista, no Twitter.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!