Conta-se que Phoenix a uma vez se recusou a colocar um peixe em um anzol para uma cena, porque isso era contra seus princípios.

Quem analisa a biografia de Joaquin Phoenix logo percebe que ele não é apenas um ator de sucesso, ganhador de um Oscar por sua excelente atuação no filme Coringa, além de ter realizado outros papéis incríveis e inesquecíveis no cinema.

Ele é, ainda, um reconhecido ativista pela defesa dos direitos dos animais, aparecendo não só em manifestações e em campanhas de conscientização como as da PETA , mas também, tem feito de sua vida uma demonstração de consequência em relação a sua posição contra para a fauna. Joaquin, além de ser vegano, não atua em filmes que promovam o abuso de animais .

PETA

Em dada ocasião, atuando para um filme do diretor americano David Dobkin, ele até se recusou a colocar um peixe no anzol, porque isso iria contra seus princípios. Porém, possivelmente o momento mais memorável que viveu, em que demonstrou seu sempre presente ativismo pelos direitos dos animais, foi quando foi convidado a bancar o toureiro .
O engraçado é que isso também aconteceu quando ele estava com o diretor David Dobkin, que naquela época propôs ao vencedor do Oscar na categoria “Melhor Ator” o papel de toureiro. E a resposta de Joaquim Phoenix foi imediata .

O ator de papéis importantes em filmes como Gladiador, Johnny Cash, Her e o recente Joker, respondeu a Dobkin de uma forma que certamente este diretor de séries de TV e filmes jamais esquecerá. Porque ele disse que só faria o papel de toureiro caso morresse . “Eu nunca teria interesse em brincar de toureiro a menos que no final o touro ganhasse e me matasse” , disse Joaquim Phoenix.

Não há dúvida de que este ator não faz rodeios quando o assunto é garantir o bem-estar e a proteção da fauna do planeta.

Traduzido do site UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!