Dois irmãos, de 4 e de 6 anos, morreram com 4 dias de intervalo e comoveram moradores de Marialva, no interior do Paraná.

A princípio, a família afirmou que ambos estavam internados no Hospital Metropolitano de Sarandi com a mesma doença: pneumonia. Contudo, segundo informou o site RICMAIS, a polícia investiga a situação e podem abrir um inquérito para apurar os fatos.

As crianças são Benjamin Makita Barião, de 4 anos, e Joaquim Makita Barião, de 6 anos. Eles deram entrada juntos no hospital, no dia 13 de julho. Após piora no quadro, Joaquim morreu na última sexta-feira (15). Quatro dias depois, nesta terça-feira (19), o irmão Benjamin também morreu.

A mãe, Milene Batista, concedeu uma entrevista ao GMC Online, onde falou sobre o agravamento da doença nos pequenos:

“Pneumonia aguda grave, com derrame pleural e acabou complicando outros órgãos […] Segundo os médicos tem pneumonia que ataca de um dia para o outro e toma o pulmão, no caso deles foi em 3 dias, eles falaram que foi uma bactéria muito severa”, afirmou.

“Não é fácil, a gente nem sabe dizer porque está acontecendo tudo isso, para nós é uma perda muito grande. Só quem é mãe pode imaginar o que eu estou passando, perder dois filhos e ao mesmo tempo”, comentou Milene.

A família, que mora na zona rural do município vizinho de Marialva, afirmou que os meninos apresentavam baixa oxigenação e tiveram que ser entubados. Com o passar dos dias, eles começaram a apresentar problemas nos rins e no pâncreas.

Também segundo RICMAIS, a polícia civil apontou para a suspeita de intoxicação por produtos químicos. Policiais estiveram no hospital para levantar informações junto à equipe médica e acessar os prontuários.

O delegado afirmou que recebeu uma denúncia anônima com relação ao caso, de que a morte poderia ter sido causada por intoxicação ou envenenamento por produtos químicos. “Se a morte for mesmo por causa de produtos químicos, vamos abrir um inquérito para apurar se essa situação foi acidental ou não. Mas isso depende das informações preliminares que estamos colhendo junto ao hospital”, afirmou o delegado ao site Correio dos Campos.

Os sinceros sentimentos à família! É impossível mensurar a dor dos pais, diante de uma situação irremediável como a morte dos filhos! Que esses dois anjinhos sigam em paz…

Com informações do site RICMAIS

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!