Do Aleteia

Uma foto postada no Instagram do ator australiano evoca o belo caminho de perdão que ele percorreu.

O ator Hugh Jackman, o Wolverine do filme X-Men, postou recentemente uma foto abraçado com a mãe, Grace McNeil, que o abandonou quando ele tinha oito anos de idade.

A mulher, que sofria de depressão, deixou a Austrália e voltou para a sua terra natal (Inglaterra) com duas filhas. Hugh Kackman, o marido dela e outros três filhos ficaram para trás.

Em entrevistas anteriores, o ator declarou que ficar sem a mãe foi um processo traumático para ele. “Fui para a escola e quando voltei não tinha ninguém em casa. No dia seguinte, recebemos um telegrama da Inglaterra. Mamãe estava lá”, disse Hugh Jackman ao programa australiano 60 Minutes, em 2012.

Nos primeiros anos, o jovem Hugh achava que sua mãe iria voltar a qualquer momento. “Papai costumava orar todas as noites para que mamãe voltasse”, disse ele à revista Who. “Eu pensava que ela provavelmente iria voltar. E então seu retorno se arrastava, de novo e de novo”. Só por volta dos 12-13 anos de idade ele percebeu que realmente tinha sido abandonado.

A foto do perdão e da ternura
Apesar de sua história dolorosa, a foto recentemente postada no Instagram com a legenda “Mamãe” esconde muita ternura. Ele até pode ter ficado com raiva da mãe, mas nunca sentiu que ela tivesse deixado de amá-lo. “Falei longamente com ela desde então e sei que foi difícil para ela. Ela estava no hospital e sofria de depressão pós-parto. Não havia rede de apoio para ela na Austrália”, explicou Hugh Jackman.

Ele ainda disse que a compreensão do gesto da mãe ficou mais fácil depois que ele se tornou pai. O ator disse à revista Today que ter filhos “abre outro nível de empatia e compreensão. Chega um momento na vida em que você para de culpar os outros pelo que está sentindo ou pelos infortúnios pelos quais passou”.

Trata-se, portanto, de uma ferida de abandono que ele superou com força, amor e perdão.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!