Um escândalo desvendado pela imprensa indiana tem causado rebuliço na população desde o último fim de semana. O esquema envolvia a aplicação de vacinas falsas por parte de um hospital particular de Mumbai, a cidade mais populosa da Índia.

Segundo testemunhas, ao menos 4 mil pessoas podem ter recebido água do mar no lugar de uma dose de vacina contra a Covid-19 na região.

Em menos de uma semana, as autoridades já prenderam 14 suspeitos de participarem do esquema, incluindo o dono do Hospital Shivam, Shivraj Pataria, e sua esposa, Neeta, além de funcionários e alunos.

Leia também: Kleber, da dupla Kleber e Kaue, morre aos 37 anos após contrair covid-19

A instituição foi lacrada pelas autoridades nesta segunda-feira (5) e todo o dinheiro arrecadado pelos fraudadores, 1,24 milhão de rúpias (o equivalente a cerca de R$ 850 mil) foi confiscado, junto com um veículo.

Conforme noticiado no jornal ‘Tims of India’, o Shivam era um dos hospitais de Mumbai credenciados para realizar a vacinação contra a covid-19. Com a expansão da campanha, os proprietários decidiram fazer um cadastro para realizar a imunização em postos em outros locais da cidade, enquanto buscavam comprar mais 100 mil doses de vacina.

Ao final, o hospital não conseguiu o empréstimo que seria necessário para pagar as doses. Sem os imunizantes, resolveu encher ampolas com água do mar e vacinar os inscritos de todo jeito, para ficar com o dinheiro. Ao todo, dos 12 postos volantes montados por eles desde o final de abril, pelo menos 9 aplicaram vacinas falsas em um total de 4.077 pessoas.

A farsa foi descoberta quando constatou-se que os certificados de vacina estavam adulterados.

Leia também: Aos 95 anos, rainha Elizabeth II é ‘flagrada’ dirigindo Range Rover de luxo

“Eles tinham regras bem definidas para esses postos”, explicou um investigador ao Times Of India. “As ampolas eram guardadas em caixas térmicas, para evitar suspeitas. Algumas vezes, eles guardavam os frascos dentro de geladeiras desligadas. Outra regra importante era que eles não deixavam ninguém tirar fotos nesses locais”.

Fonte: DC Mais

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS