A cada duas semanas, James Harrison de 83 anos, doa sangue e já ajudou milhões de vidas de bebês.

Esse compromisso em salvar vidas surgiu quando aos 14 anos, James teve uma emergência médica e ao precisar ser operada, necessitou de litros de sangue para sobreviver, decidiu que passaria a vida a retribuir e salvar vidas como a dele foi salva.

Assim, seus próximos 60 anos foram destinados a doar sangue em diversos locais a cada duas semanas.

No dia 11 de maio de 2018, James fez sua última doação aos 81 anos, visando proteger a saúde do senhor, por causa da sua idade já elevada.

A Cruz Vermelha estimam que 17% as mulheres grávidas na Austrália precisam injeções com Anti-D, e embora não tenham mais James, há um grupo de aproximadamente 160 doadores que também contêm esse anticorpo em seu sangue.

Ele recebeu a Medalha da Ordem da Austrália, além da gratidão de milhares de pessoas, conforme afirma Jemma Falkenmire, porta-voz do Serviço de Sangue da Cruz Vermelha australiana.

“A Cruz Vermelha e a Austrália nunca podem agradecer o suficiente a um homem como James. É improvável que algum dia tenhamos um doador de sangue disposto a se comprometer dessa forma novamente.”

Fonte indicada e adaptada: Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Mariana Ribeiro
É amante de sagas, sonha ser cineastra e é do tipo que chora rios inteiros lendo livros. Já coleciona 14 primaveras, escreve poemas, ama Raul e Legião.