No início deste mês, um senhor de idade precisou ir ao cartório municipal de Chalatenango, em El Salvador, pequena nação na América Central, para solicitar uma segunda via de sua certidão de nascimento.

Morador do interior, o idoso conseguiu o atendimento desejado. Já na saída, no momento de pagar a taxa, o funcionário do local ficou surpreso com a ‘forma de pagamento’ de Don Amadeo Cabrera, de 80 anos.

Bem, isso ocorreu porque o senhor lhe entregou 3 montinhos de coentro que ele havia retirado da horta naquela manhã.

Leia também: LGBTs fazem fila e compram todo o estoque de padaria boicotada por fazer biscoitos arco-íris

O funcionário compreendeu o contexto humilde de Amadeo e aceitou os ‘móis’ de coentro como pagamento, ao invés de repreender o idoso ou cobrar pelo método de pagamento ‘correto’.

De acordo com o portal ‘Soy 502’, Don Amadeo vive em um condado rural que produz alimentos o ano todo, mas também onde vivem centenas de famílias desabastadas.

Naquele dia em questão, o produtor rural foi até um dos guichês do cartório e gentilmente pediu ao atendente que aceitasse as hortaliças como pagamento, pois não tinha dinheiro.

O funcionário do local ficou tão comovido com o pedido que foi às lágrimas. Ele abraçou o idoso e aceitou o coentro sem pensar duas vezes.

A história de Don Amadeo repercutiu fortemente nas redes sociais: apenas no Instagram, mais de 260 mil usuários curtiram e compartilharam o relato adiante.

Na seção de comentários, milhares de internautas exaltaram o gesto empático do funcionário do cartório em aceitar o coentro como abatimento da taxa.

Alguns outros aproveitaram para destacar a humildade e simplicidade do idoso. Lindo demais! ❤️

Leia também: Ex-professora encontra R$ 4 mil em dinheiro e devolve quantia à dona: ‘Meu anjo da guarda’

Confira o post na íntegra abaixo:

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS