Com informações de Super Interessante

Enfeitando por anos a cozinha de uma senhora que sequer fazia ideia da história por trás da pintura, o painel de Cenni di Pepo, pintado no século XIII, foi recentemente descoberto e leiloado por um valor que surpreendeu mesmo os mais familiarizados com o comércio de obras de arte: mais de 24 milhões de euros.

Cimabue, como era conhecido Cenni di Pepo, que viveu em Florença no século XIII, é conhecido por ter promovido uma série de inovações estéticas na pintura e por ser considerado um dos pioneiros daquilo que viria a constituir na Itália a pintura renascentista.

De acordo com os pesquisadores que, desde a descoberta, tem se ocupado com o estudo da obra em questão, o painel encontrado, batizado de “A Zombaria de Jesus”, fazia parte da decoração de um altar, ao lado de duas outras obras semelhantes (“A flagelação de Cristo” e “A Virgem e a Criança com Dois Anjos”).

A obra, que por pouco não foi parar no lixo, é representativa do início de um processo de ruptura com a arte bizantina que culminaria, alguns séculos mais tarde, no desenvolvimento da pintura moderna, fato que confere à obra um valor, para além de artístico, também histórico.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!