Alguns filmes hoje no catálogo da Neflix são capazes de fazer com que as mulheres se sintam fortes e poderosas, colocando-se no lugar ds protagonistas que “ousam” colocar as suas vidas, projetos e sonhos em situação no mínimo equiparada às suas relações. Assim, quando os seus parceiros se mostram indiferentes ou contrários aos seus sonhos, elas se livram das amarras e, muitas vezes, até dos próprios relacionamentos.

Afinal, muitas vezes os parceiros podem ser os maiores, talvez até os únicos obstáculos, para que as mulheres se sintam realizadas em outras áreas da vida. Notadamente a profissional.

Confira e inspire-se nos filmes abaixo e saiba: você vale a pena e seus sonhos não mereces seer espezinhados por ninguém em nome do amor ou sob qualquer outro pretexto.

Lionheart
Embora não tenha como foco a reprovação do parceiro de Adaeze Obiagu, a protagonista, este filme nos lembra que essa falta de apoio e reconhecimento ao trabalho feminino pode vir de outros setores.

Até da família. O primeiro a ser produzido na Nigéria, este filme original da Netflix conta a história de uma empresária que assume os negócios do pai quando ele adoece.

Lá ela terá que enfrentar o próprio irmão para demonstrar suas habilidades e coragem, quebrando os preconceitos que existem ao seu redor, plenamente capaz de assumir esse papel.

História de um casamento
Com este longa-metragem de Scarlett Johansson e Adam Driver, original da Netflix, aprendemos duas coisas: que os processos de divórcio são tortuosos e que nunca é tarde para cumprir as metas estabelecidas.

Nesta aposta de Noah Baumbach, mergulhamos nas experiências de um diretor de teatro e sua esposa, atriz, que estão passando por uma separação tempestuosa.

Ela vive na sombra de seus desejos, então ela decide recuperar o controle de sua vida, realizar os sonhos que deixou para trás e não prejudicar seu filho no processo. Um drama emocionante que foi premiado em 2019.

A incrível Jessica James
Este longa-metragem que aborda a vida de Jessica, aspirante a dramaturga, deixa questões interessantes para as mulheres modernas.

Ser independente é compatível com ser uma mulher brega? Ser feminista está em desacordo com o desejo de um amor romântico?, pergunta InStyle, refletindo sobre o filme.

Esta é uma abordagem esclarecedora sobre essas questões e como lidar com os relacionamentos sem descuidar de si mesmo.

Gostou das dicas?
Quer sugerir algum filme para anexarmos à lista? Que tal mandar-nos um direct no nosso Instagram?

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!