Um abrigo de animais preza pela liberdade dos cachorros, mesmo que eles tenham dificuldades de locomoção.

Cães, como qualquer outro ser, odeiam ficar presos dentro de quatro paredes, e até mesmo em jaulas. Pensando nisso e no bem estar dos animais, um abrigo de animais na província de Chonburi, Tailândia, garante que os animais tenham momento de liberdade.

Eles correm livremente em suas ‘cadeiras de rodas’ todas as manhãs e parecem amar isso.

São 27 cães no total e a grande maioria deles sofreu graves acidentes e por isso precisam do uso das cadeiras adaptada paras poderem se locomover.

“É quase como se eles não tivessem ideia de que são portadores de deficiência e, quando você os coloca na cadeira de rodas pela primeira vez, é como se não houvesse curva de aprendizado” , disse à Reuters um funcionário do abrigo, Christopher Chidichimo .

O abrigo é gerido pela fundação The Man That Rescues Dogs, criado por um sueco que começou cuidando de cães abandonados e ao pegar amor por isso, construiu um lar para centenas deles.

Todo seu esforço para dar-lhes uma vida melhor está atualmente ameaçado, já que desde o início da pandemia as doações ao abrigo caíram 40%.

“As doações são muito importantes e os voluntários e os visitantes são igualmente importantes, porque vêm e espalham a nossa mensagem”, disse Chidichimo.

Diariamente o abrigo gasta cerca de US $ 1.300, é lar de 600 cães e alimentam 350 cães de rua.

Fonte indicadae adaptada: UPSOCL

RECOMENDAMOS






É amante de sagas, sonha ser cineastra e é do tipo que chora rios inteiros lendo livros. Já coleciona 14 primaveras, escreve poemas, ama Raul e Legião.