Conforme divulgado pelo site g1, a atriz Fernanda Montenegro, de 92 anos, foi eleita na tarde desta quinta-feira (4) à cadeira de número 17 da Academia Brasileira de Letras (ABL), segundo confirmou ao g1 a assessoria do órgão.

A atriz teria recebido 32 votos dos acadêmicos. Computaram-se também 2 votos em branco e um voto anulado. Para que a nomeação de Fernanda fosse consolidada, seriam necessários apenas 17 votos favoráveis. Ou seja, mais da metade dos votos dos integrantes da Academia.

Fernanda não esteve presencialmente no local, já que, por norma da ABL, candidatos não podem participar da sessão, que teve início às 16h.

“É algo assim, é uma viagem no imaginário, uma viagem no sublime. A minha arte não é imortal. A arte do ator é enquanto ele está ali vivo, presente em carne e osso. Mas, de uma forma poética, vamos dizer que é imortal. Eu fico muito espantada que uma academia que tem como princípio ser imortal, acolher uma atriz que só existe quando está em cena carnificando o personagem”, disse a atriz em entrevista a Malu Gaspar, do Jornal O Globo.

A cadeira 17, que agora será ocupada pela diva Fernanda Torres, pertenceu, até março de 2020, ao diplomata Affonso Arinos de Mello Franco, que faleceu no dia 15 daquele mês.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!