A crise provocada pelo coronavírus nos atinge a todos. Um dos maiores problemas que enfrentamos, são a falta de equipamentos de proteção individual, bem como as suas adaptações às diversas realidades vivenciadas por todos nós, individualmente.

Pensando nisso, Ashley Lawrence (EUA), uma estudante de 21 anos de idade, graduada na Eastern Kentucky University, desenhou máscaras especiais, com uma transparência na boca, para que pessoas com deficiência auditiva pudessem fazer a leitura labial normalmente. A iniciativa prontamente foi abraçada pelas redes sociais.

Agora, a jovem está em quarentena preventiva, a fim de evitar possíveis infecções, mas como podemos ver ela sabe perfeitamente no que investir seu tempo.

Máscara com transparência criada por Ashler.

“Começamos fazendo com os lençóis que tínhamos e, felizmente, os lençóis eram grandes. Temos dois ou três jogos, então estamos aproveitando o tecido. O plástico também tínhamos em casa, alguns meses atrás, precisávamos de pano plástico para alguma coisa… Temos um pouco disso, mas felizmente ainda não precisamos de mais materiais”, conta Ashley.

Ashler e sua mãe na confecção das máscaras.

Nos dias de hoje, quando somos convidados a repensar a sociedade e o mundo em que vivemos, pensar nas pessoas que de algum modo estão excluídas é de suma importância. A tônica agora é Empatia e Socidariedade.

Parabéns, Ashley! Somos gratos a você!

***
Leia também: Coronavírus: sem turistas, tartarugas retornam em massa para fazer seus ninhos nas costas indianas
Papa Francisco classifica como “genocídio por vírus” colocar a economia na frente da saúde pública

Quer colaborar com a Revista Pazes? Divulgue os nossos conteúdos!

Você sabia que pode seguir a Revista Pazes também no Facebook e no Instagram?

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!