Somos escravos de nossos desejos e vontades, buscamos a todo custo atingir um determinado status ou aceitação social, vivemos atrás de prazeres e distrações, estamos o tempo todo ocupados com uma vida agitada e turbulenta, sem sequer termos tempo de pensar no que realmente importa em nossas vidas.

Vivemos de uma certa forma acorrentados e amordaçados com cobranças que foram impostas, de metas que nem sempre servem para você.

Somos extremamente frágeis e dependentes de estímulos, praticamos o consumir pelo consumir, o prazer pelo prazer, sem ao menos saber ou perceber que estamos presos em uma corrente frágil, porem muito prazerosa para querer se libertar dela. (Café Reflexivo)

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!