A enfermeira conta que pegou as cranças por instinto, de modo inconsciente e, quando percebeu, estava com os bebê nos braços. Parte do hospital em que ela e as crianças estavam desabou e 18 pessoas morreram.

A explosão que aconteceu no porto de Beirute no dia 4 de agosto de 2020 deixou pelo menos 137 mortos. O número de feridos pode chegar a 50 mil e ainda existem muitos desaparecidos. Autoridades civis dizem que há cerca de 300 mil desabrigados na cidade.

O fotógrafo Biliam Jawich, que mora nas redondezas de Beirute, foi para as ruas depois da explosão para documentar a devastação provocada pela tragédia.

Ele não esperava, entretanto, se deparar com uma imagem tão poderosa de drama e esperança. O fotógrafo encontrou, no meio dos escombros, uma figura feminina e descreveu a cena para a CNN:

“Fiquei impressionado ao ver a enfermeira que tinha, em seus braços, três recém-nascidos. Obs
ervei a calma da mulher, que contrastava com a atmosfera circundante. A apenas um metro dali, havia vários mortos e feridos. Apesar disso, a enfermeira parecia ter uma força escondida, que lhe dava um forte autocontrole e uma capacidade de manter salvos os bebês. Ela se diferenciava das muitas pessoas em meio à circunstância violenta, sombria e malvada. A enfermeira estava à altura de seu trabalho”.

Veja a foto que ele postou em seu perfil no Facebook:

A enfermeira contou a Jawich que estava trabalhando na maternidade quando a explosão atingiu o hospital. Ela afirma que foi movida por um instinto inconsciente e, quando percebeu, se viu caminhando com os bebês nos braços.

Parte do edifício do hospital onde a enfermeira trabalhava veio a baixo com as explosões. No local, 12 pacientes morreram, além de dois visitantes e quatro enfermeiras. No entanto, na hora da tragédia, um bebê chamado George nasceu e passa bem.

As explosões que chocaram o mundo e trouxeram tanto sofrimento à Beirute na terça-feiram (4) deixaram pelo menos 157 mortos. Até o momento, centenas de pessoas ainda estão desaparecidas. Segundo a Al Jazeera, são mais de 5 mil feridos e cerca de 300 mil desabrigados.

Fonte: Aleteia

Imagem de Sathish kumar Periyasamy por Pixabay

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!