Alguns acontecimentos mudam para sempre as nossas vidas. Assim foi com Roy Austin. Após o falecimento da sua esposa, ele encontrou um novo propósito em sua vida e sua u solidariedade e carinho têm ajudado centenas de crianças.

Roy Austin, um homem da Carolina do Sul nos Estados Unidos, fez um safári na África em 2018, onde seu único objetivo era desfrutar de férias relaxantes e aprender mais sobre a vida selvagem africana em seu habitat natural. Ele acabou encontrando algo muito mais significativo para ele.

Embora Austin tenha gostado da experiência de ver leões, elefantes e outros animais selvagens, o que mais o impressionou e cativou foram as pessoas que ele conheceu na zona rural do Quênia, particularmente a Amboseli Elementary and Middle School no Park. Amboseli National.

Bibliotecas para crianças

Austin fez amizade com muitos professores e alunos locais e ficou surpreso ao descobrir que eles não tinham livros ou material escolar para as crianças e como era difícil obtê-los.

Foi perguntado a um professor se eles tinham uma biblioteca. Ela respondeu: ‘Não, mas adoraríamos ter uma biblioteca’. Isso ficou na minha mente.
–Austin disse a WJCL –

Quando as férias acabaram, Austin finalmente voltou para casa, em Bluffton, na Carolina do Sul. Lá ele encontrou um projeto que o deixou feliz. Ele lançou uma Livraria Infantil Internacional, com o objetivo de enviar livros para os pequenos alunos que conheceu em sua viagem ao Quênia.

Bibliotecas para crianças

“Qualquer projeto que valha a pena terá problemas e obstáculos. Se você se concentrar nos problemas, nunca começará. Pelo contrário, se você se concentrar no objetivo e resolver os problemas à medida que surgem, quase tudo é possível.

–Austin apontou para WJCL –

O homem americano colocou todo o seu amor e trabalho neste projeto. A organização não apenas forneceu livros para as escolas mais pobres, mas também deu a Austin um novo significado para sua vida depois que sua esposa faleceu no início deste ano.

Bibliotecas para crianças

Muitas pessoas disseram a ele que esse projeto iria falhar e que enviar livros para outro continente era muito caro. No entanto, esse homem não desiste de seu novo propósito e, no futuro, espera começar a enviar doações para pequenas cidades da América do Sul.

Fonte: UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!