Texto do site Éres Mama
Converse com seus filhos como se eles fossem pessoas mágicas, seres feitos de bondade, dotados de humildade e de uma respeitosa sabedoria. Porque, desse modo, eles vão agir assim, ao invés de ouvir e seguir suas recomendações à força. Eles vão se transformar em adultos especiais que darão forma a cada uma dessas sementes que você plantou.

Muitas mamães e muitos papais sabem que nem sempre é fácil inculcar nos próprios filhos esses valores que nos definem e que, em essência, configuram essa nobreza digna e respeitosa com a qual conseguem ser felizes e também transmitir felicidade. Como sempre afirmamos nessa página, poucas coisas têm mais importância do que servir de exemplo. No entanto, há um aspecto que não podemos nunca perder de vista na criação dos pequenos.

Falamos sobre a necessidade de ser agentes, pessoas que proporcionam esse aprendizado que vem das emoções e que é capaz de moldar mentes e corações. María Montessori disse uma vez que “é preciso semear boas ideias nas crianças, pois mesmo que elas não entendam no momento, o passar dos anos vai se encarregar de decifrá-las e fazê-las florescer no coração dos pequenos”.

Tal arte, tal arquitetura educativa e maravilhosa precisa de todas as nossas energias, do nosso tempo e da nossa intencionalidade. No entanto, é um esforço cotidiano no qual vale a pena investir nossa vida, nossos sonhos e nossa esperança. Explicamos como fazer isso.

Seu filho é um ser mágico. Faça-o ver, sentir e acreditar que é especial

Fazer uma criança acreditar que é especial não é fazer com que ela pense que é melhor que as outras pessoas. É permitir que ela enxergue o mundo com segurança, sabendo que é amada, que é capaz de lutar por seus sonhos, de ter voz no mundo, de dotar dia a dia sua autoestima de uma estrutura interna forte e valiosa.

Saiba quais são as simples estratégias e atos cotidianos que vão nos permitir conseguir atingir esse crescimento interior, de se sentir valioso e especial:

Atribua valor e importância para cada coisa que seu filho disser, reforce de forma positiva aquilo que ele fizer corretamente e evite criticar ou punir os erros dele. Quando ele fizer algo errado, ajude-o a melhorar transmitindo sua confiança.

Valorize-o em público.
Potencialize a imaginação do seu filho. Ofereça oportunidades de aprendizado, nas quais ele possa se divertir, nas quais possa se conectar com o ambiente, com aquilo que o rodeia e com você também.

A humildade e a amabilidade, duas raízes que você deve fazer crescer nos seus filhos
Educar nossos filhos na humildade, em primeiro lugar vai permitir que eles aprendam a lidar melhor com a frustração. Demonstrar desde cedo a necessidade de dividir, de não se achar mais importante que ninguém, de considerar as outras pessoas vai fazer com que, pouco a pouco, essa época compreendida entre os 2 e os 6 anos de idade, caracterizada pelo egocentrismo infantil, seja menos intensa e mais aberta às outras pessoas.

Ser amável não é apenas uma questão de civilidade, é um valor com o qual se pode crescer como pessoa e que, por sua vez, está vinculada à humildade. Nessa dimensão, nós também devemos servir de exemplo no dia a dia. Não podemos nos esquecer também de que a amabilidade se demonstra por meio da linguagem, do tom de voz, do modo com que nossos filhos nos veem lidar com as outras pessoas.

Para inculcar a amabilidade nos nossos filhos, não hesite em seguir esses conselhos:

Ensine-os a dizer “obrigado” e a entender o efeito que essa palavra produz no dia a dia.
Ensine-os a dividir, a esperar pela sua vez, a respeitar prazos, a perceber que o seu, e o meu, também pode ser “o nosso”.

Permita que ele entre em contato desde cedo com outras crianças. Essa interação com seus iguais vai ajudá-lo a aprender a dividir, a entrar em contato com outras ideias, outros gostos, outras preferências…

Seu filho é sábio, transmita amor por meio do aprendizado
Uma criança curiosa é uma criança receptiva. Uma criança que se sente livre para interagir, para perguntar, para se aproximar de nós com suas dúvidas, com seus interesses e seus comentários é uma criança que se diverte aprendendo. Devemos potencializar esse valor, o valor da curiosidade.

É claro que nem todas as crianças aprendem no mesmo ritmo, cada criança tem seus próprios interesses e apresenta determinadas aptidões e potenciais. No entanto, todas as crianças são sábias. Elas possuem uma capacidade inata de interagir com o mundo, de idealizar, de ver as coisas a partir de uma perspectiva que nós, como adultos, deixamos para trás.

Devemos reforçar esse dom, essa nobreza e essa magia que as permite desfrutar das coisas com uma intensidade excepcional. Uma criança que se sente confortável, que recebe apoio dos pais, que se sente amada e valorizada como é, e pelo que pode fazer, vai ser uma criança que se diverte aprendendo e que vai continuar aumentando seu potencial.

Não hesite em lembrar ao seu pequeno tesouro, todos os dias, que ele é mágico, sábio, humilde e uma pessoa muito especial.

Texto traduzido e adaptado do site Texto do site Éres Mama, com a devida autorização.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!


COMENTÁRIOS