Recentemente publicamos o vídeo Banquete, por Áquila Emanuelle, da série “Poéticas do Olhar”, projeto de vídeo arte, premiado pelo edital Calendário das Artes 2020, demonstrando um olhar artístico sobre as peças em produção audiovisual.

Ainda assim, este olhar diferenciado não é pertinente somente para produções artísticas, mas também se aplica a peças publicitárias e vídeo com um foco na arte, em demérito de outras visões sobre o formato.

Um vídeo artístico acrescenta às redes sociais e campanhas de publicidade da sua empresa uma autoridade maior, um ar mais sóbrio, de bom gosto, e ainda se destaca entre os concorrentes que, normalmente, utilizam peças com abordagens mais simplórias.

Felizmente, montar um vídeo artístico é uma tarefa que não é tão complicada quanto muitos imaginam, já que existem plataformas e ferramentas que facilitam este trabalho, como, por exemplo, a InVideo, um editor de vídeo para youtube e Facebook com um extenso banco de dados com imagens e sons livres de direitos autorais.

Agora basta buscar por boas referências, é importante contar com algumas inspirações na hora de criar a sua peça artística. Não se trata de uma cópia, e tão pouco o vídeo precisa apresentar os mesmos elementos, mas apenas alguns pontos que possam servir como inspiração.

Novamente utilizando o vídeo do Banquete como exemplo, caso essa peça seja utilizada como inspiração você pode se valer do mesmo tom dramático criado pelo efeito em preto e branco, a mecânica de manter os cortes curto e com o foco bem centralizado com o zoom aproximado, e até mesmo a trilha sonora calma e que, ao mesmo tempo, convida o espectador a uma reflexão mais profunda.

Ou seja, tudo isso é uma inspiração, que pode ser utilizada em conjunto ou aplicado em outras peças de vídeo que em nada tenham semelhança com a primeira.

Inicie pelo roteiro, a parte escrita é a chave para a criação de uma peça artística de vídeo que realmente tenha uma qualidade diferenciada, pois ela guia as demais etapas de forma que se encaixem.

Elabore o texto que será expresso de maneira explícita por um locutor, ou narrada. Uma dica interessante para os textos mais curtos, garantindo uma reflexão e compreensão maior, é apresentá-lo, além de narrador, escrito na tela, seja no formato de legenda ou em destaque, no centro da peça.

Outro ponto relevante está relacionado não somente a criação, mas a autoria. Por isso, se possível produza as suas próprias imagens, tinhas sonora e efeitos, ou no máximo utilize alguma ferramenta que permita uma busca de peças livres de direitos autorais, pois, além de infringir a regra das principais plataformas de vídeo, como, por exemplo, o YouTube, ainda cabem outras ações legais que vão além do simples fato de limitar o alcance do vídeo o excluí-lo da rede de compartilhamento.

Por fim, basta se valer de boas escolhas, não ter medo de mudar, alterar o projeto e principalmente ser diferente das propostas do mercado, garantindo um destaque maior do seu vídeo diante o marasmo de igualdades apresentadas pela concorrência.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!