Em um mundo afeito a estabelecer padrões de beleza, Amina Ependieva rompe com paradigmas e encanta o mundo com sua aparência deslumbrante e incomum. Ela nasceu em 11 de dezembro de 2008, em Grozny, capital da Chechênia na Rússia.

Uma bela menina é admirada por sua beleza incomum, conjugando o albinismo e a heterocromia.

O albinismo é uma condição genética que faz com que ela não tenha o pigmento de melanina e isso faz com que a sua pele e cabelos sejam extremamente brancos. Já a heterocromia fez com que a cor da íris de um olho seja uma cor diferente da íris do outro olho.

Amina Ependieva

O rosto desta menina chechena de 11 anos é uma obra de arte. O nome dela é Amina Ependieva. Ela é diagnosticada com duas raras condições genéticas: albinismo, no qual não possui o pigmento de melanina, deixando sua pele e cabelos extremamente brancos, e heterocromia, na qual seus olhos são de cores diferentes. As fotos são de Amina Arsakova.

Amina Ependieva
Amina Ependieva
Amina Ependieva
Amina Ependieva

Venha conosco para nossas páginas no Facebook e Instragram.

A Revista Pazes apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa #SeSairUseMáscara

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!