O atendimento humanizado de Ebony Johnson em uma cafeteria de Ohio, nos EUA, é tão memorável que a cliente regular Suzanne Burke notou que ela passou semanas sem trabalhar no local em março do ano passado.

Quando Johnson, 33, voltou ao trabalho no café Mount Healthy, onde está empregada há três anos, ela compartilhou com Burke que estava lutando financeiramente enquanto tentava encontrar moradia para ela e seus três filhos após um despejo.

“Eu queria desistir”, disse Johnson ao portal Today. “Chorei. Venho trabalhar todos os dias e ninguém sabe o que estou a passar porque procuro sempre dar um sorriso aos nossos clientes.”

Burke deixou um bilhete para Johnson dizendo que, se ela quisesse ajuda, Burke faria o melhor que pudesse. Johnson aceitou, e Burke, que trabalhou com serviços sociais em sua carreira, começou a trabalhar para alcançar diferentes empresas e organizações.

Tudo levou a um momento de nove meses de preparação, até que em 3 de dezembro, Johnson foi às lágrimas ao ganhar uma casa nova de Burke!

“Oh meu Deus, foi tão incrível, eu chorei muito”, disse Johnson. “Eu nunca tive uma casa totalmente mobiliada. Nunca tive ajuda assim. Eu estava pedindo a Deus para nos colocar em uma casa antes do Natal, e Ele realmente o fez. Estou muito agradecida.”

“Foi muito emocionante, todos nós choramos”, disse Burke. “Tenho três filhos e não consigo imaginar não ter uma casa para onde ir e depois ter que me levantar, levar as crianças para a escola e aparecer no trabalho com uma atitude positiva e feliz? Fiquei admirada”.

Leia também: Maquiador russo cria técnica de maquiagem inovadora e conquista milhares de clientes: ‘Efeito Cinderela’

Johnson disse que sua família não tinha moradia permanente desde que foi despejada em março de 2020, então poder se mudar para seu novo apartamento este mês foi uma provação de 21 meses. Eles alternaram a vida com diferentes membros da família, saltando de um lugar apertado para outro lugar apertado.

“Já passamos por tantas coisas”, disse ela. “Eu apenas continuo. Eu penso nos meus filhos todos os dias. Eu não posso desistir porque então o que vai acontecer com eles?”

Burke agora está trabalhando para garantir um carro para Johnson chegar ao seu trabalho em Dunkin’ porque o novo apartamento fica mais longe. Seu filho mais velho, que completará 15 anos, ainda mora com o irmão para ficar mais perto de sua escola.

Johnson agora está feliz em voltar a servir seus clientes com um peso fora de seus ombros.

“Eu amo a cafeteria Dunkin'”, disse ela. “Quando chego lá, fico feliz porque são meus clientes que fazem o meu dia. Digo: ‘Ouçam, estou aqui para servir a todos e deixá-los felizes’.”

A família está ansiosa para o Natal em sua casa própria.

“No ano passado, não acordamos para nada”, disse Johnson. “Foi depressão e estresse. Este ano vai ser bom porque estamos em nossa casa. Posso cozinhar na minha própria cozinha para meus filhos.”

Leia também: Aos 63, Emma Thompson topa ficar nua em cena de novo filme e diz: ‘O corpo feminino é lindo em todas as suas formas’

Fonte: RPA

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS