Com informações de UPSOCL

Não são poucos os relatos de heroísmo vindos da Austrália nos últimos tempos. Inúmeras pessoas, desde os bravos trabalhadores do Corpo de Bombeiros australiano até civis incapazes de permanecerem inertes diante das chamas que consomem as florestas de seu país tem se mobilizado para minimizar os danos provocados pela tragédia. Assim como eles, estes cãezinhos tem sido de enorme ajuda.

Vários cães tem sido mobilizados para ajudar no resgate a animais atingidos pelos incêndios na Austrália. Dentre eles estão Tayler, que já resgatou 8 coalas, e Bear, que foi abandonado ainda filhote e que não poupa energias no trabalho de resgate a coalas que sobreviveram ao fogo. Um trabalho difícil, árduo, porém necessário e glorioso.

Romane Cristescu, cuidadora de Bear, explicou à Reuters que o trabalho tem sido complicado em razão, sobretudo, da inexperiência do animal em situações deste gênero: “Este é o primeiro ano em que estamos envolvidos em incêndios. É um pouco mais perigoso do que costumamos fazer”. Bear, ademais, é um cão bastante hiperativo, mas diante do trabalho em que estão envolvidos esta característica tem se mostrado, na verdade, uma importante qualidade.

Os animais já eram empregados antes no trabalho de busca por animais feridos ou adoentados, mas para fins científicos (pesquisa e/ou conservação), nunca sob as condições em que estão trabalhando atualmente. De qualquer maneira, eles tem dado conta do recado. Os cães, ademais, usam “equipamentos de proteção” contra as chamas, como as botinhas vermelhas da foto.

Bear, the IFAW koala detection dog, along with his handlers at Detection Dogs for Conservation, joined Queensland Fire…

Posted by ifaw on Thursday, November 14, 2019

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!