Depois de muitas quedas e tropeços, aprendi a cair e me deixar despedaçar com graciosidade e leveza. Porque as vezes, existem pedaços de nós, que precisam cair.

Os pedaços ruins vão ficando para trás, e o que permanece, nos dá estrutura, e nos permite escrever uma nova história.

Idas e vindas, chegadas e despedidas, são importantes para que a gente sempre se lembre, que existem novos dias, novos sonhos, e a chance de recomeçar.

E a cada recomeço, apesar de qualquer tombo ou rasteira que a vida me dá, volto sempre mais inteira.

Eu sei que a dor ensina, e o sofrimento impulsiona nossa evolução, mas não quero aprender com os golpes duros da vida. Eu quero mesmo é crescer e florescer com os toques suaves na alma.

E, independente da situação, dos desafios, das tristezas e das inúmeras quedas, com muita fé, e esperança, eu fecho os olhos para caminhos antigos, e abro o coração para novos recomeços.

Então respira fundo e vai. E se sentir medo, lembre-se que nem sempre precisamos de um plano, as vezes só precisamos, acreditar, confiar, deixar ir quem não quer ficar e dançar no ritmo da música que canta o nosso coração.

Créditos Pixabay/Engin_Akyurt

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Wandy Luz
Os mistérios da vida me fascinam, vivo em uma constante busca, e quanto mais me encontro mais agradeço. Meus escritos refletem minha alma, cada ponto e cada vírgula são pedaços da minha essência, e impressões do meu coração. Wandy Luz é escritora, jornalista e apresentadora.


COMENTÁRIOS