A administração do Parque Nacional Kruger divulgou, no dia 18 de abril, uma nota afirmando que três homens teriam invadido a área do parque munidos de um rifle e um machado. Ao serem encontrados por vigilantes, tentaram fugir. Um deles conseguiu escapar, outro foi capturado, contudo, um terceiro foi atacado e morto pelos animais.

O Parque está localizado no nordeste da África do Sul, é uma das maiores reservas de caça de África. A elevada densidade de animais selvagens inclui os “Big 5”: leões, leopardos, rinocerontes, elefantes e búfalos. Centenas de outros mamíferos fazem dele a sua casa, tal como várias espécies de aves, como os abutres, as águias e as cegonhas.

Gareth Coleman, responsável pela administração do Parque, lamentou a morte do caçador, cuja identidade não foi revelada.

Segundo ele, as equipes continuam buscando pelo terceiro caçador e pediu apoio da comunidade para a sua identificação.

“O combate à caça ilegal é responsabilidade de todos nós”, disse Coleman. “Ela ameaça vidas, destrói famílias e exige recursos de combate ao crime que poderiam ser usados para a criação de empregos.”

A Revista Pazes apoia as medidas sociais de isolamento.
Se puder, fique em casa. Evite aglomerações. Use máscara.
Quando chegar a sua vez, vacine-se.
A vida agradece!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!