Com informações de A Soma de Todos os Afetos

Utilizada em boa parte das casas de repouso estadunidenses, a técnica batizada de “terapia dos abraços” tem surtido efeitos formidáveis no tratamento de pessoas com Alzheimer.

Nos EUA, oito em cada dez casas de repouso a utilizam. A Terapia dos Abraços é bem simples. Consiste em oferecer bonecas bonecas para os idosos com Alzheimer e deixar que eles se responsabilizem por cuidar delas, abraçá-las, acariciá-las etc. Por mais simples que seja o procedimento, contudo, a alegria que ele proporciona aos velhinhos é imensurável.

Os médicos tem constatado efeitos extremamente positivos da Terapia dos Abraços relacionados ao alívio do estresse, ao tratamento da depressão, da ansiedade e, sobretudo, uma melhora significativa no sentimento de autoestima dos idosos.

Para além desses efeitos (e em consequência deles) a necessidade de medicamentos por parte dos idosos tem diminuído e tem se observado uma facilidade maior por parte deles para restabelecer a capacidade de comunicação com outras pessoas, de forma geral.

April Hannewald, cuja mãe tem passado pela terapia, conta que a minha tinha uma grande dificuldade para se comunicar, ““mas quando estou empurrando-a na cadeira de rodas, ela começa a falar frases inteiras quando passamos pelas bonecas [dizendo coisas como]” Oh, olha! O que os bebês estão fazendo?”

As bonecas, que durante a terapia são tratadas como se fossem seres humanos reais, proporcionam aos pacientes, aparentemente, a sensação de que se confia a eles uma responsabilidade a que só se poderia confiar em alguém efetivamente capaz, e isso muda bastante o modo como enxergam a si mesmos. “Quando me sento com a minha mãe e ela fica inquieta e distraída, tudo o que tenho a fazer é dar-lhe uma boneca e colocar um sorriso no rosto. Ela fala com o bebê e beija a testa dele com frequência”, ainda segundo April.

Uma experiência maravilhosa, não acham?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!