Uma boa notícia ao Brasil. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em resposta à carta do presidente do Brasil cumprimentando-o por sua posse, remeteu uma carta garantindo que a relação bilateral entre os dois países continua saudável e bem apesar da mudança de governo.

Durante o mandato de Donald Trump, Bolsonaro se aproximou dos EUA e viajou diversas vezes ao país para ter reuniões com o mandatário. Com a saída do empresário do poder, o presidente brasileiro questionou a legitimidade das eleições americanas e foi o último líder mundial a parabenizar Biden. A carta foi enviada ao Brasil no dia 26 de fevereiro.

Agora, em resposta ao comunicado do Brasil, o presidente Biden ressalta que os Estados Unidos e o país compartilham uma “trajetória de luta pela independência, defesa de liberdades democráticas e religiosas, repúdio à escravidão e acolhimento da composição diversa de suas sociedades”.

Biden também garante que não há limites para o que os dois países possam conquistar juntos e que seu governo está pronto para trabalhar e ajudar o Brasil, especialmente nas áreas de saúde, por conta do coronavírus, e do meio ambiente.

Biden destacou que ambos os países podem reunir esforços “no enfrentamento aos desafios da pandemia e do meio ambiente, em alusão ao caminho para a COP26 e para a Cúpula sobre o Clima, esta última a ser sediada pelos EUA em 22 de abril próximo”.

O americano também destacou que uma das responsabilidades dos dois governos é garantir que os países se tornem “mais seguros, saudáveis, prósperos e sustentáveis para as gerações futuras” e abriu as portas para uma maior colaboração e união entre os países em fóruns internacionais, nas questões ambientais e no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

O conteúdo foi divulgado nesta quinta-feira (18) pela Secretaria Especial de Comunicação Social do governo.
Confira a carta na íntegra:

“NOTA

Em atenção à mensagem de cumprimentos recebida por ocasião de sua cerimônia de posse como 46º Presidente dos Estados Unidos da América, o Presidente Joe Biden dirigiu carta de agradecimento ao presidente Jair Bolsonaro, datada de 26 de fevereiro último.

Ao referir-se às diversas vezes em que esteve no Brasil como vice-presidente, o presidente Biden sublinhou que não há limites para o que o Brasil e os EUA podem conquistar juntos. Destacou que as duas nações compartilham trajetória de luta pela independência, defesa de liberdades democráticas e religiosas, repúdio à escravidão e acolhimento da composição diversa de suas sociedades.

Após enfatizar a responsabilidade comum dos dois líderes em tornar o Brasil e os EUA mais seguros, saudáveis, prósperos e sustentáveis para as gerações futuras, o Presidente Biden saudou a oportunidade para que ambos os países unam esforços, tanto em nível bilateral quanto em fóruns multilaterais, no enfrentamento aos desafios da pandemia e do meio ambiente, em alusão ao caminho para a COP26 e para a Cúpula sobre o Clima, esta última a ser sediada pelos EUA em 22 de abril próximo.

Ao final, o presidente Biden salientou que seu governo está pronto para trabalhar em estreita colaboração com o Governo brasileiro neste novo capítulo da relação bilateral.

Secretaria Especial de Comunicação Social / MCom”

A Revista Pazes apoia as medidas sociais de isolamento.
Se puder, fique em casa. Evite aglomerações. Use máscara.
Quando chegar a sua vez, vacine-se.
A vida agradece!

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!