Cadesia Foster, uma mãe norte-americana, publicou no último domingo (25) uma imagem pouco convencional que rapidamente viralizou. A foto flagra o seu filho logo após o parto, com um DIU (dispositivo intrauterino) preso ao cabelo.

Na publicação, ela ironizou o aparelho. “Olhe para isto. Maldito DIU na cabeça do bebê como um grampo. ‘Use para controle de natalidade eles disseram”, brincou.

Segundo especialistas, são raros os casos em que o DIU falha. Quando isso acontece, é provável que tenha havido deslocamento do aparelho ou falta de controle adequado.

Sobre essa temática, o Portal R7 ouviu o médico Rogério Bonassi Machado, presidente da Comissão de Anticoncepção da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia). Segundo Rogério, “Nos raros casos que acontece a falha contraceptiva do DIU, geralmente se identificam fatores como o deslocamento do DIU ou a falta de controle adequado depois da sua colocação.”

Afirmou ainda que o DIU não fica em contato com o bebê durante a gestação. “No final, como o DIU e o bebê ficam no mesmo local – dentro do útero – os dois são retirados. Por coincidência o DIU estava junto à cabeça, mas em hipótese alguma penetraria no corpo do recém-nascido.”

Ao final, reafirmou a alta eficácia do dispositivo.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!