Uma família comemorava a ceia de Ano Novo em um sítio na cidade de Itaboraí, região metropolitana do Rio de Janeiro, quando uma bala perdida penetrou as paredes da residência e despedaçou um pudim deixado na mesa de jantar.

Felizmente ninguém se feriu, e do ocorrido, ficou apenas uma história chocante para se contar.

Em entrevista ao portal G1, a secretária Thais Sampaio, de 27 anos, contou que tinha alugado um sítio com a família a fim de celebrar a virada.

No jantar, preparou para a sobremesa um pudim de leite condensado. Por volta da meia-noite, em meio aos fogos de artifício, um projétil de pistola furou a parede, passou a centímetros do filho de Thais, Pedro, de 3 anos, e acertou a sobremesa em cheio.

“Fui quase vítima. Não somente eu, mas meu marido, meu filho e meus amigos”, disse Thaís. “Eu estava atrás da mesa que foi atingida, a bala acertou o pudim e o recipiente e, depois, para minha mesa”.

“Graças a Deus não aconteceu nada, a bala caiu na mesa. Foi meu marido que viu e disse: ‘Thais, isso é tiro’. A gente até ouviu o estrondo, a gente olhou para o lado e viu que o pudim estava deformado, tinha pudim para todo lado”, completou.

“A gente reparou que o tiro bateu no pudim e veio na nossa direção. Foi um livramento, o primeiro livramento do ano!”, destacou Thais.

“Foi um momento de muito medo. Saímos de onde estávamos e fomos para outro lado porque não sabíamos se ia ter mais tiro. A dona do lugar disse que a vizinhança mais próxima é a 6 km de distância”, continuou.

Thais ressaltou que não houve qualquer tiroteio naquela hora.

Dias após o susto, a família se deu conta do ocorrido. “Graças a Deus pegou somente no pudim, e aí brincamos: ‘O pudim foi ferido e acabou morrendo!’”.

De toda forma, eles devoraram a sobremesa, e a cápsula foi guardada como lembrança do livramento.

“Absurdo bandidos darem tiro para o alto, óbvio que vai cair em algum lugar e corre o risco de acertar alguém”, disse Davison Fagundes, que também estava na festa.

Fonte: G1






Gabriel tem 24 anos, mora em Belo Horizonte e trabalha com redação desde 2017. De lá pra cá, já escreveu em blogs de astronomia, mídia positiva, direito, viagens, animais e até moda, com mais de 10 mil textos assinados até aqui.