Com informações de GreenMe

Por mais que estudemos e aprendamos sobre a natureza e seus mistérios, a sua beleza, que sempre e a cada dia se renova, não cessa jamais de nos surpreender e despertar em nós admiração.

Esse é certamente o caso desta planta, natural da Austrália, que, pasmem, floresce beija-flores! Impossível não notar e não se encantar com a semelhança entre as flores da leguminosa Crotalaria cunninghamii, conhecida como green birdflower, e os passarinhos.

A semelhança já promoveu alguns debates e algumas hipóteses explicativas foram aventadas: se processa eventualmente, na natureza, um fenômeno conhecido como mimetismo: é comum vermos certas espécies de plantas assumirem, ao longo do processo evolutivo, formas que intimidem predadores herbívoros ou que atraiam insetos polinizadores, mas esse não parece ser o caso da Crotolaria.

A hipótese do mimetismo não parece se aplicar a esse caso por conta do fato de que a área da Austrália onde a planta floresce não ser, em absoluto povoada por beija-flores ou pássaros semelhantes. O mais provável é que o fato de enxergamos a similaridade entre as flores da planta e beija-flores se deva a um fenômeno de natureza psicológica chamado ‘pareidolia’.

A pareidolia se caracteriza por fazer as pessoas reconhecerem imagens de rostos humanos ou animais em objetos, sombras, formações de luzes e em qualquer outro estímulo visual aleatório. Essa predisposição humana é, inclusive, bastante explorada por alguns artistas, como por exemplo o fotógrafo João Caetano, cuja obra tem repercutido bastante nos últimos tempos.

No caso das flores que parecem beija-flores seríamos então, simplesmente, levados por razões psicológicas a identificar a semelhança, não havendo na natureza, portanto, nada que nos leve a crer que tal semelhança tenha qualquer finalidade. Uma mera coincidência. Mas que bela coincidência!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!