Vladimir Putin, presidente da Rússia, afirmou, nesta terça-feira (11) que o seu país conseguiu a grande realização de ser o primeiro a aprovar, observados os trâmites legais daquele país, a vacina contra a covid-19.

Foram menos de dois meses de tests em humanos e a falta de transparência na tramitação e dos resultados da vacina tem alarmado a comunidade científica, que questiona se o Presidente russo não estaria colocando o prestígio nacional acima da segurança da saúde das pessoas. Contudo, o presidente afirma tratar-se de algo confiável e apto para barrar a disseminação da covid-19.

Embora já esteja aprovada, a vacina segue a ser testada em humanos de sorte a aferir a sua segurança e eficácia.

Falando em uma reunião governamental na televisão estatal, Putin disse que a vacina, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou, é segura e que até mesmo foi administrada a uma de suas filhas:

“Sei que funciona de maneira bastante eficaz, forma uma forte imunidade e, repito, passou em todos os testes necessários”, afira Putin.

Ele disse que espera que o país comece a produzir em massa a vacina em breve. Sua aprovação pelo Ministério da Saúde prenuncia o início de um estudo maior envolvendo milhares de participantes, conhecido como estudo de Fase III.

Esses ensaios, que exigem uma certa taxa de participantes que contraem o vírus para observar o efeito da vacina, são normalmente considerados precursores essenciais para que uma vacina receba aprovação regulatória.

Os trabalhadores de saúde russos que tratam de pacientes com covid-19 terão a chance de se voluntariarem para serem vacinados logo após a aprovação da vacina, disse uma fonte à Reuters no mês passado.

Mais de 100 vacinas possíveis estão sendo desenvolvidas em todo o mundo para tentar impedir a pandemia de covid-19. Pelo menos quatro estão em testes finais de Fase III em humanos, de acordo com dados da OMS.

Fonte: Portal R7

Você já conhece a nossa página no Facebook e no Instagram? Venha conosco!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!