Fonte: Budismo Petrópolis
Monja Pema Chödrön e a arte de fracassar

Em seu discurso na solenidade de formatura da Universidade Naropa, Pema Chödrön afirmou que se há uma coisa que precisamos praticar é a arte de fracassar.

Quando a [Universidade] Naropa me pediu o tema do meu discurso, decidi não enviar porque pensei que, se eu o fizesse, eles não iriam me permitir falar.

Meu discurso é inspirado numa citação de Samuel Beckett, que diz mais ou menos o seguinte: “Fracasse! Fracasse de novo! Fracasse melhor!” Eu pensei que, se há uma habilidade que não é enfatizada, mas é realmente necessária é a de lidar bem com o fracasso. A fina arte de fracassar.
Há muita ênfase no sucesso. E, comprando ou não toda essa propaganda, nós todos queremos ser bem sucedidos, especialmente se considerarmos como sucesso “aquilo que tem o resultado que a gente quer”. Você se sente bem, coração leve, quando tudo dá certo. Por essa definição, podemos dizer que fracasso é tudo aquilo que não acontece exatamente como a gente quer.

E fracasso é uma coisa para a qual, geralmente, ninguém está preparado. Eu acho que se tem uma coisa que pode nos dar uma ideia de como agir quando as coisas não acontecem como a gente quer, é a educação contemplativa.

Você deve buscar bastante instrução e coragem e apoio para sentir como as coisas impactam você – não é se deixar arrastar pelo ocorrido, mas assumir a responsabilidade por tudo o que acontece com você e desenvolver ferramentas para lidar com sentimentos dolorosos.

Pema Chödrön é uma monja budista americana, da escola Shamabhala, radicada do Canadá, é autora de vários best-sellers budistas,alguns traduzidos e editados no Brasil.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!