Na última semana, o grito de uma criança comoveu a internet em um vídeo que rapidamente viralizou: “Mãe, eu quero morrer”, dizia o menino vítima de bullying por sofrer de nanismo. Trata-se de Quaden Bayles, um garotinho australiano de 9 anos de idade.

Mas, para dizer “não ao bullying” e devolver um sorriso ao pequenino, o seu time favorito deu-lhe um presente: ele foi convidado a entrar em campo com os campeões e se viu de mãos dadas com o seu time favorito de rugby, esporte muito popular em seu país.

Veja ainda:

Tudo começou com a publicação da mãe de Quaden, Madre Yarrana Bayles, mostrando ao mundo os efeitos devastadores que o bullying podem trazer a uma pessoa: “Eu quero me matar, quero morrer agora”. Contudo, após a divulgação do vídeo, o garoto viveu, ao lado de seus heróis desportistas, o que ele disse ser “o dia mais bonito da vida”.

Abaixo, confira o vídeo que tornou a pública a história de Quaden:

Esperamos que este seja apenas o primeiro de muitos dias em que a bondade e a elegria o cerquem, Quaden! Muita paz e muita luz a você!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!