Diante da disseminação do coronavírus por todo o Brasil, tornou-se recorrente a notícia de hospitais funcionando de modo precário e superlotado. Ou seja, o sistema de saúde está colapsando e colocando em risco a assistência médica de quem necessitar do sistema de saúde.

Essa é a situação da Santa Casa da cidade de Jaú, referência no atendimento para os casos de Covid. A lotação é máxima nos leitos de UTI e situação crítica nos de enfermaria.

Diante desse quadro caótico e com profissionais de saúde à beira da exaustão, líderes religiosos da cidade, bem como autoridades políticas, realizaram um ato ecumênico juntamente com os funcionários da Santa Casa, nesta sexta-feira (5).

Foi feita uma corrente de oração em respeito às vítimas da Covid-19.

O ato ecumênico, que recebeu o nome de “Jaú em Oração”, é para colaborar com o fortalecimento psicológico e espiritual diante da situação do aumento constante de casos, mortes e internações por causa da Covid-19, informou a prefeitura.

Todos os setores do hospital foram convidados a participar do momento, independentemente da crença e a religião de cada um.

Fonte: G1

Foto de capa:Santa Casa de Jaú/Divulgação

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!