A comunidade científica está alerta, após virologistas alemães da Universidade de Ulm detectaram, pela primeira vez, a presença do novo coronavírus no leite de uma mulher infectada com Covid-19. Até o momento, contudo, não ficou demonstrado que o vírus possa ser transmitido através da lactação.

Os pesquisadores alemães analisaram o leite de duas mulheres que desenvolveram sintomas após compartilharem um quarto de hospital após o parto; ambas, mães e seus recém-nascidos, testaram positivo para Covid.

A análise, cujos resultados foram publicados na revista britânica ‘The Lancet, afirma que a segunda mãe, uma vez que suspeitava ter o vírus, começou a usar uma máscara para segurar o recém-nascido e desinfetar as mãos e o peito, além da mamadeira que usava ocasionalmente; no entanto, isso não é prova suficiente de que o bebê foi infectado pelo leite e não pelo contato físico.

Por outro lado, o hospital de Madri em La Paz está estudando um possível caso de transmissão ‘vertical’ de coronavírus de mãe para filho em um parto ocorrido há um mês, no auge da pandemia.

Conforme explicado pelas fontes da Europa Press no centro, este é um caso “isolado” que está sendo estudado devido à sequência da infecção e não está confirmado que ocorreu durante o tratamento da gravidez. “É uma possibilidade estudada como tudo relacionado ao coronavírus”, acrescenta a equipe hospitalar. O restante dos recém-nascidos que deram positivo para o coronavírus estavam na via “ambiental”.

A transmissão vertical refere-se ao caso de uma infecção ou outra doença de mãe para filho que pode ocorrer antes do nascimento, denominada congênita, durante o parto, definida como perinatal e após o parto.

Fonte: El Correo

Facebook e Instragram.

 

A Revista Pazes apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa #SeSairUseMáscara

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!