De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o câncer é a segunda causa de morte mais frequente na Europa, com mais de 3,7 milhões de novos casos e 1,9 milhões de mortes anualmente. Por câncer de mama, o mais letal para mulheres, cerca de 627,000 morreram em todo o mundo em 2018 e a mamografia, procedimento padrão para a identificação da doença, é comprovadamente pouco confiável: Um estudo realizado em 2017 no Reino Unido, envolvendo 13.000 mulheres, descobriu que o rastreio através de mamografia “perde” mais de dois mil casos de cancro de mama por ano.

Eu razão da alta falibilidade da mamografia, tem crescido em todo o mundo, nos últimos anos, o interesse pelo desenvolvimento de métodos mais eficazes para a detectar a doença, cujo tratamento é mais fácil e apresenta mais resultados quando diagnosticada com rapidez. Nesse sentido, a Universidade de Heidelberg acaba de anunciar ao mundo uma novidade alegradora: desenvolveram um novo teste, pronto para entrar no mercado ainda em 2019.

“Esta técnica é muito menos penosa para as mulheres. Não dói nem implica exposição à radiação”, segundo Sarah Schott, do Hospital Universitário de Heidelberg, na Alemanha, que acredita que o teste irá substituir a mamografia na detecção do câncer da mama, pelo menos nas mulheres com menos de 50 anos.

Descrito como “uma biopsia líquida” e “não invasiva”, o teste, intitulado HeiScreen, já detetou 15 tipos diferentes de células de câncer da mama e tem ainda a vantagem de identificar a doença antes dela ser visível através das técnicas de raios X ou ecografia. Por requerer apenas alguns mililitros de sangue e poder ser feito em qualquer laboratório, é também mais econômico.

O nível de confiabilidade do HeiScreen para mulheres abaixo dos 50 é de 86%, muito mais elevado que o de outro teste similar ao sangue já existente, o CancerSEEK, que apresenta apenas 70% de sucesso na detecção do câncer. Em mulheres acima dos 50, a confiabilidade do HeiScreen desce para 60%.

Fonte: Gazeta

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!