A obsessão por limpeza e organização pode ser um indício não só de infelicidade, como também de Transtorno Obsessivo Compulsivo.

A psicóloga Claudia Faria aponta, no site Tua Saúde, aponta 8 sinais de que a limpeza tornou-se elemento de tristeza e obsessão, em uma vida:

Sinais de que a Mania de Limpeza é doença
Quando a obsessão em manter a casa limpa cresce e passa a ser a principal tarefa do dia, isso pode ser sinal de que virou um transtorno psicológico.

Alguns dos sinais que podem indicar a presença de um Transtorno Obsessivo Compulsivo por limpeza e organização incluem:

1 – Gastar mais de 3 horas por dia a limpar a casa;

2 – Presença de vermelhidão ou de feridas nas mãos, que indicam a constante necessidade em lavar ou desinfetar repetitivamente as mãos;

3 – Preocupação exagerada com sujeira, germes ou ácaros e estar sempre desinfetando o sofá e a geladeira, por exemplo;

4 – Deixar de participar de eventos sociais, como festas de aniversário, para não perder tempo;

5 – Não deixar que se realize eventos na própria casa, porque ela precisa estar sempre limpa, à todo momento;

6 – Nos casos mais graves a própria família pode ficar restrita a certos cômodos da casa e nunca receber visitas, para não sujar o chão;

7 – Necessidade constante em verificar se tudo se encontra limpo ou no lugar;

8 – Necessidade para limpar objetos que geralmente não são limpos, como cartão de crédito, celular, a embalagem do leite, ou chave do carro, por exemplo.

Segundo afirma a psicóloga: “O tratamento para o TOC devido a limpeza e organização, que é uma doença mental, é feito com o conselho do psicólogo ou psiquiatra porque pode ser necessário tomar remédios antidepressivos, que reduz a ansiedade, e a realizar psicoterapia. Normalmente as pessoas afetadas também sofrem com outros transtornos como ansiedade e depressão e por isso precisam de ajuda profissional para que possam vencer essa doença. ”

Ao final, ressalta: “Quando essa doença não é tratada, os sintomas permanecem por toda vida, havendo apenas uma atenuação ou agravamento dos sintomas.”

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!