“Chegará o dia em que será vergonhoso inserir,
após a palavra Deus,
todo e qualquer verbo.

Nada dirão sobre o que Ele pensa,
quer, sente, diz.

Ninguém mais matará em nome de Deus.

Ninguém mais difamará religiões em nome de Deus.

Ninguém acumulará fortuna em nome de Deus.

Ninguém ameaçará
ou manipulará o próximo em nome de Deus.

A palavra ‘Deus’ reinará absoluta e solitária
em cada frase.

E, após pronunciada,
todas as pessoas farão uma pausa para que,
em silêncio,
possam sentir,
na dimensão poética e mística da existência,
sua pessoal expressão de Deus.

loja Rubem passarinho

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Nara Rúbia Ribeiro
Ama poesia, contos, passarinhos e borboletas. É mãe, dona de casa, tem uma filha adolescente e uma cachorrinha que fica lambendo a sua perna enquanto ela escreve. Abandonou um casamento estável com o Direito para flertar com a literatura e criar a Revista Pazes.