Nesta quarentena, a arte tem mostrado o quanto “ser outros” é importante. Quando nos sentamos diante da TV ou no nosso notebook para assistirmos a um bom filme, é isso que estamos fazendo: sendo outros.

Um bom filme nos leva a sair de nós mesmos e a incorporar os personagens pelos quais nutrimos, de modo espontâneo, a empatia. Transportados a esse outro mundo, conseguimos fugir um pouco da realidade que nos cerca. É como se fizéssemos, literalmente, um passeio mental.

Os filmes abaixo poderão ajudá-lo a fazer essa viagem. A ser, por alguns instantes, o outro. Sentir como o outro e, nisso, crescemos e florescemos como humanos maiores e melhores.

O Irlândes

Frank Sheeran, braço direito da família Bufalino, relembra os segredos que guardou por lealdade a máfia no aclamado filme de Martin Scorsese.

O outro lado do vento
“O Outro Lado do Vento” , filme de Orson Welles, muito aguardado pelos cinéfilos. Narra a história de um diretor de cinema, Hannford, que enfrenta dificuldades para terminar seu último filme, após o abandono repentino do protagonista.

Zoológico de Varsóvia
Nazistas estão aterrorizando seu país, mas dois funcionários de um zoológico vão arriscar tudo para proteger os judeus.

Como Estrelas na Terra
Quando o sonhador Ishaan vai parar num internato, o professor de arte tenta ajudar o jovem criativo a descobrir a verdadeira identidade.

Venha conosco para nossas páginas no Facebook e Instragram.

A Revista Pazes apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa #SeSairUseMáscara

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!