Conforme informações do portal G1, uma corrida de 100 km em uma montanha na província de Gansu, no noroeste da China, terminou com a morte de 21 pessoas neste sábado (22). Um último corredor desaparecido foi encontrado morto às 9h30 no domingo (início da madrugada de domingo em Brasília).

Conforme noticia a agência estatal Xinhua, os corredores foram pegos de surpresa com a queda brusca nas temperaturas. Fortes ventos, granizo e chuva congelada atingiram os atletas, que já estavam sob efeitos da altitude.

O prefeito da cidade de Baiyin, Zhang Xuchen, disse que por volta das 12h de ontem um trecho do acidentado percurso da ultramaratona – entre os quilômetros 20 e 31 – foi “repentinamente afetado por um clima desastroso”. “Em um curto período de tempo, granizo e chuva de gelo caíram repentinamente na área local, e houve fortes ventos. A temperatura caiu drasticamente”, disse Zhang.

O evento esportivo ocorria na Floresta de Pedras perto do Rio Amarelo, no condado de Jingtai. Mais de 700 socorristas participaram das operações de busca. Ao todo, 151 participantes da corrida foram resgatados. Cinco deles, levados ao hospital com ferimentos leves e passam bem.

Eis o mapa do G1 com a localização do evento:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!