15 pérolas da sabedoria budista para enriquecer a sua mente

A sabedoria budista está embasada em uma sabedoria milenar que, em sua essência, não contrasta com quaisquer outras religiões.

A Revista Pazes selecionou aos seus leitores 15 pérolas da sabedoria budista que, com total certeza, enriquecerá o seu cérebro e o fará mais próximo da sua paz interior e do seu equilíbrio.

1 –Quando a mente é pura, a alegria continua como uma sombra que não te abandona nunca.

2 – O segredo para a saúde da mente e do corpo reside em não lamentar o passado, não se preocupar com o futuro, não antecipar os problemas e viver conscientemente o presente.

3 – A paz vem de dentro, não a busque fora.

4 – Um bobo que reconhece a própria loucura é um sábio, enquanto que um bobo que pensa ser sábio é realmente um bobo.

5 – Não existe no mundo fogo mais forte que a paixão. Não há tubarão mais feroz que o ódio, nem furacão mais devastador que a cobiça.

6 – Irritar-se é como segurar um carvão quente com a intenção de jogar em outra pessoa; é você que se queima.

7 – A felicidade não depende de quem você é ou do que você tem. Ela depende apenas do que você pensa.

8 – Entender tudo significa perdoar tudo.

9 – É melhor errar mil vezes chamando um vilão de santo que uma vez chamando um santo de vilão..

10 – Tudo o que somos é o resultado de nossos pensamentos.

11 – O segredo da existência está em livrar-se do medo. Não tenha medo do que vai acontecer. Seu futuro não mudará por isso, mas seu presente será mais tranquilo.

12 – Milhares de velas podem ser acesas com uma vela, e a vida dessa vela não será menor. A felicidade nunca diminui quando você a divide com outras pessoas.

13 – Da mesma forma que uma mão sem feridas pode tocar o veneno sem medo, não existe mal para o bem.

14 – Uma palavra útil que serve para acalmar é melhor que milhares de discursos feitos de palavras inúteis.

15 – Ganhe de você mesmo e ganhará milhares de batalhas.

COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS