Pintados à lama, retratos de vítimas de Mariana são espalhados em Brasília

Em novembro de 2015, por irresponsabilidade de empresas multimilionárias, a barragem de Fundão (Mariana-MG) se rompeu, trazendo com ela morte e destruição. Além das milhares de vítimas, a lama afetou toda e qualquer forma de vida na região.

Um artista foi enviado para lá, com o objetivo de conhecer as centenas de histórias desesperadoras que a onda de lama provocou. Nesta visita, o artista recolheu um pouco daquela maldita lama com um objetivo emocionante: pintar com ela retratos das pessoas falecidas na tragédia.

Então, mais uma bonita ação foi realizada, espalharam estes retratos pelo caminho percorrido pelos parlamentares até o Congresso, que, por falta de quórum, haviam suspendido a sessão da Comissão Parlamentar que investigava a tragédia de Mariana.

Assista ao vídeo:

COMPARTILHAR
Mariana Ribeiro
É amante de sagas, sonha ser cineastra e é do tipo que chora rios inteiros lendo livros. Já coleciona 14 primaveras, escreve poemas, ama Raul e Legião.



COMENTÁRIOS