Michel Eyquem de Montaigne ( 1533 a 1592) foi um grande filósofo, escritor, jurista, político e humanista francês. É considerado como o inventor do “ensaio pessoal”.

Em suas obras, obras analisou instituições, opiniões, dogmas ecostumes, falando sobre os grandes temores dos homens. No poema abaixo, Montaigne fala sobre a morte. No vídeo, o poema é singularmente interpretado por Antônio Abujamra.

“Esquece o futuro.Ele não te pertence!
O presente te basta!
Mas é preciso ser rápido, quando ele é mau presente
E andar devagar quando se trata de saboreá-lo
Expressões como: “passar o tempo” espelham bem a maneira
de viver dessa prudente que imagina não haver coisa melhor
pra fazer da vida.
Deixam passar o presente, esquivam-se, ignoram o presente…
Como se estar vivo fosse uma coisa desprezível…
Porque a natureza nos deu a vida em condições tão favoráveis…
que só mesmo por nossa culpa ela poderia se tornar pesada e inútil”.

Montaigne

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!


COMENTÁRIOS