6 pensamentos para cultivar a resiliência

Você pode aceitar os seus sentimentos…
Tem dias que eu acordo sabendo que estou vulnerável. Parece que o que sinto está visível à todos. Nua e sem ter como me cobrir. As preocupações e acontecimentos dos últimos dias se juntam numa experiência física de aperto no peito. Sem ter como descrever o que está havendo eu tenho que encontrar uma maneira de enfrentar o dia.

Talvez você já tenha se sentido assim, vulnerável, sem o controle usual de suas emoções e sem palavras para descrever o que se passa contigo. Acho que não estamos sós nisso.

Minha primeira reação instintiva é me manter mais quieta. Tenho dificuldades em me concentrar e os pensamentos voam. As vezes algo insignificante pode me irritar e me arrependo da forma que reajo.

Talvez a sua reação seja diferente da minha. Isso não importa. O que é importa é o que fazemos com isso.

Na verdade não precisamos necessariamente fazer nada. Tristeza faz parte da vida. Não precisamos aceitar uma ditadura do “oba, oba”, ou achar que existe algo de moralmente errado por ter sentimentos mais cinzentos.

… e mesmo assim querer mudá-los
Mas digamos que você queira se sentir bem. Não há quem possa te criticar por isso. E é possível. E é bom descobrir que você tem influência decisiva nesta virada. Aqui é o que parece funcionar para mim. Acho curioso que muito disso só dependa de uma mudança sutil nos meus pensamentos.

Resiliência 2

Superando desafios na prática:

6 pensamentos a cultivar para tornar-se mais resiliente

1. Tudo passa

Lembre-se de que muito do que você está passando hoje é algo que pertence à este momento. Vai passar. A situação talvez não mude mas a dor pode passar. Outras vezes a situação muda e surgem soluções que você não poderia ter imaginado antes.

Pode ser que sejam mudanças que façam parte do ciclo da vida. Se os seus filhos são pequenos agora, eles vão crescer. E com uma nova fase virão conquistas e também desafios novos.

Os desafios que você e eu enfrentamos hoje outras pessoas já enfrentaram antes. Tudo faz parte do que é ser humano. Se outras pessoas passaram por isto antes, nós também poderemos passar.

2. Encontre conforto no cotidiano

Rotinas e tarefas habituais podem nos trazer um certo conforto nestes momentos. Mesmo que muitas coisas possam parecer incertas, o dia a dia pode continuar.

Você pode seguir, mesmo que mecanicamente, executando as tarefas que fazem parte do seu dia. Estes dias não foram feitos para tomar grandes decisões. Deixe-os fluir por caminhos conhecidos. Como diz um poema em inglês:

“Simplesmente faça a próxima coisa”

3. Alimente a sua alma

Existe um poema do poeta persa Saadi que fala sobre a beleza como algo que nos fortalece:

Se dos seus bens mortais você for privado
E na sua pequena despensa
Somente restarem dois pães
Venda um e com o dinheiro
Compre jacintos para alimentar a sua alma
Gullistan Saadi

Jacintos aqui pode ser o que fala contigo de forma mais direta. Para mim pode ser música. E observar atentamente as flores que crescem no meu quintal.

Não sei se isto funciona por provocar um sentimento de gratidão ou se a beleza em si nos faz bem em algum nível de química cerebral. Eu só sei que beleza me afeta.

4. Movimente-se

Dê uma caminhada ou improvise um passo de dança. O seu corpo e sua mente não estão só ligados. Eles se influenciam de forma poderosa.

Lembro-me de um “TED-talk” de Amy Cuddy onde ela defende que o seu corpo e a postura do seu corpo podem mudar os seus pensamentos e como você se percebe. Ela afirma que se você fizer o que ganhadores em competições esportivas fazem de forma instintiva: abrir e levantar os braços e levantar o queixo, e você mantiver esta postura por alguns instantes, você pode se sentir mais confiante.

Não custa nada tentar. Aproveite para respirar fundo.

5. Traga as suas pessoas favoritas para mais perto

Dê abraços mais demorados. Peça um pouco de paciência e fale dos seus sentimentos até que você possa entendê-los melhor.

Aceite ajuda. Ouça as experiências dos outros. Você não é mais forte só. Chegue mais.

“Você não é mais forte só. Chegue mais.”

6. Confie em Deus

Se você admite a existência de um Deus, considere o ditado popular que diz :

“Deus dá o frio conforme o cobertor”
Ditado popular

Quando você não se sente capaz de suportar a situação, confie no julgamento de Deus. Ele não permite que passemos por situações mais difíceis do que Ele pela sua graça possa nos equipar para superar.

“A minha graça te basta,
porque o meu poder
se aperfeiçoa na fraqueza”.
2 Corintians 12.9

loja Rubem passarinho

FONTESaber Viver Bem
COMPARTILHAR
Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!



COMENTÁRIOS