Publicado originalmente em Psicoativo

Perguntas muito comuns que as pessoas fazem sobre relacionamentos são:

– Por que as pessoas traem no casamento?
– Por que as pessoas traem nossa confiança?
– Por que as pessoas traem seus companheiros?
– Por que as pessoas traem tanto?
– Por que é que as pessoas felizes traem?
– Por que os homens traem e não se separam?

Muitas das pessoas que tem esse tipo de curiosidade buscam explicações na Psicologia e Psicanálise e querem entender os motivos para a traição feminina e masculina. Um novo estudo da Universidade de Queensland, na Austrália, buscou responder à esse tipo de questão.

Fatores importantes para explicar porque as pessoas traem seus companheiros em relações amorosas são a personalidade e a história do relacionamento. Outro preditor importante da traição é a disponibilidade de outro parceiro adequado.

Entre os principais motivos para traição estão uma baixa satisfação com o relacionamento e sentir-se separado do parceiro. Surpreendentemente, a duração dos relacionamentos e o comprometimento não tiveram muito impacto.

Pessoas mais impulsivas tem mais propensão a trair, porque tendem a agir a partir de emoções e pensamentos imediatos, sem avaliar bem as consequências. Também havia maior probabilidade de traição por parte de pessoas que tiveram mais parceiros sexuais.

A pesquisa contou com 123 pessoas heterossexuais com idades entre 17 e 25 anos, atualmente em relacionamentos. Algumas das perguntas foram se elas tinham traído o parceiro ou feito sexo fora do casamento.

Segundo os autores do estudo, a qualidade das alternativas é o mais forte preditor da inclinação sexual extraconjugal e inclinação para beijo extraconjugal, que também foram maiores em participantes que experimentaram intimidade sexual com um número maior de parceiros. Essa inclinação para a traição pode ser atribuída, de acordo com os autores, às habilidades dessas pessoas em reconhecer os avanços sexuais ou em buscar parceiros sexuais.

Diferenças de traição em relação ao gênero
A questão da traição amorosa gera inúmeras perguntas também em relação ao gênero. As dúvidas são disparadamente maiores sobre o sexo masculino. Alguns exemplos de perguntas comuns são:

– Por que os homens traem e não se separam?
– Por que os homens traem e continuam casados?
– Por que homem casado trai?
– Por que homem trai e mente?
– Por que os homens traem de acordo com a psicologia?
– Por que o homem trai e diz que ama?
– Por que o homem trai e se arrepende?
– Por que os homens traem e dizem que amam?

Claro que não é simples responder à todas as questões, menos ainda de uma forma generalizada. Mas de acordo com esse estudo, os homens tinham maior propensão para fazer sexo fora do casamento. No entanto, a propensão para traição com beijos fora do relacionamento era igual entre homens e mulheres.

De forma alguma podemos tirar conclusão definitivas sobre a “psicologia da traição” apenas com esse estudo. Mas ele nos dá alguns dados interessantes sobre esse tipo de questão que é tão comum e interessa à tanta gente.

Fotografia de capa de Vera Arsic/ pexels

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!